Aminas

Você está aqui

As aminas são compostos derivados da amônia pela substituição de um ou mais hidrogênios por grupos alquila ou arila.

As aminas são bases orgânicas, que são obtidas a partir da substituição de um, dois ou três átomos de hidrogênio da amônia (NH3) por cadeias carbônicas. Portanto, o grupo funcional das aminas pode ser um dos três abaixo:


Grupo funcional das aminas

De acordo com a quantidade de hidrogênios substituídos, as aminas podem ser classificadas em:

  • Aminas primárias: 1 hidrogênio substituído;

  • Aminas secundárias: 2 hidrogênios substituídos;

  • Aminas terciárias: 3 hidrogênios substituídos.

A nomenclatura oficial das aminas primárias segue a seguinte regra estabelecida pela IUPAC:


Principais componentes da nomenclatura das aminas primárias

Lembrando que se houver insaturações ou ramificações, é necessário numerar a cadeia partindo da extremidade mais próxima do grupo NH­2 e mostrar em qual carbono ocorre:

Exemplos:
 

H3C — NH2: metanamina

H3C  — CH2  —NH2: etanamina

H3C  — CH2  — CH2  — CH2 —NH2: butan-1-amina

             NH2
               |
H3C  — CH  — CH2  — CH2  — CH2  —CH3: hexan-2-amina

                                        NH2
                                                           |
H3C  — CH2  — CH  — C = CH  — CH3: hex-3-en-3-amina

              CH3      NH2
               |          |
H3C  — CH  — CH  — CH2  —CH3: 2-metil-pentan-3-amina

              CH3                      NH2
                     |                        |
H3C  — CH  — CH2  — CH  —CH3: 4-metil-pentan-2-amina

Principais propriedades das aminas:

As aminas possuem caráter básico porque elas derivam da amônia e seu átomo de nitrogênio possui um par de elétrons não compartilhados, sendo possível, portanto, oferecer esse par de elétrons (segundo a teoria eletrônica de Gilbert Newton Lewis, uma base é toda espécie química capaz de oferecer um par de elétrons). Além disso, o par de elétrons possibilita que as aminas também possam receber um próton H+ (segundo a teoria protônica de Brønsted-Lowry, base é toda espécie química capaz de receber um próton H+).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As aminas podem ser encontradas nas condições ambientes dos três estados de agregação:

  • Gases: Aminas com 1 a 3 substituintes metil e a etilamina;

  • Líquidas: Da propilamina à dodecilamina;

  • Sólidas: Aminas com mais de 12 átomos de carbono (acima da dodecilamina) são sólidas.

A metilamina e a etilamina têm o cheiro parecido com o da amônia, as demais aminas possuem cheiro de peixe, que pode ser eliminado com caldo de limão. Inclusive, uma das aminas responsáveis pelo cheiro do próprio peixe é a trimetilamina.


A trimetilamina é responsável pelo cheiro de peixe podre

As aminas aromáticas são tóxicas e letais.

Aminas no cotidiano:

No cotidiano, esse grupo funcional é encontrado nas moléculas de muitas substâncias estimulantes e em drogas, tais como a cafeína, a nicotina, anfetaminas (um de seus derivados é o ecstasy), a cocaína e o crack.


Exemplos de aminas estimulantes: nicotina, cafeína e cocaína

As vitaminas fundamentais para a manutenção da vida são também aminas, daí o seu nome: “vital + amina”. Mas nem todas as vitaminas são aminas. Nos alimentos e no nosso organismo existem também os aminoácidos, que são compostos com o grupo amino e também com o grupo carboxila.

Também estão presentes em anestésicos, antibióticos, um exemplo é a penicilina, e em antidepressivos, como a fluoxetina.


Molécula de fluoxetina, caixa e cartela de pílulas de medicamento antidepressivo*

As aminas são usadas na síntese de compostos orgânicos, na produção de certos tipos de sabões e na vulcanização da borracha. As aminas aromáticas são muito usadas na fabricação de corantes (como a anilina, que é a benzenoamina) e de explosivos.

* Crédito editorial pela imagem: Autor: Lanfear's Bane/ Fonte: Wikipedia Commons


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química




Videoaula relacionada:

O primeiro corante sintético utilizado com sucesso no tingimento de tecidos foi a metilfenilamina
O primeiro corante sintético utilizado com sucesso no tingimento de tecidos foi a metilfenilamina
Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados