Métodos de separação de misturas

Os métodos de separação de misturas são técnicas utilizadas para separar cada uma das substâncias que formam uma mistura homogênea ou heterogênea.

A natureza apresenta diversas substâncias importantes para o dia a dia do ser humano. Porém, a grande maioria dessas substâncias encontra-se na forma de misturas homogêneas ou heterogêneas.

Por essa razão, ao longo dos anos, várias técnicas de separação de misturas foram desenvolvidas para que fosse possível a utilização de toda e qualquer substância, possibilitando ainda o conhecimento do seu comportamento físico-químico, o que ampliou ainda mais o uso de diversas substâncias.

De uma forma geral, os métodos de separação de misturas baseiam-se em conhecimentos fundamentais, como as propriedades da matéria, o número de fases (aspectos visuais), o coeficiente de solubilidade, o tamanho das partículas dos sólidos presentes, a miscibilidade (capacidade de dissolver) entre os componentes, a classificação das misturas (se homogêneas ou heterogêneas), a cor dos materiais etc.

Conheça os principais métodos de separação de misturas:

Métodos de separação utilizados em misturas heterogêneas

  • Catação

Utilizamos as mãos ou um instrumento (pinça, pegador etc.) para pegar (catar) um sólido na mistura. Baseia-se na diferença de cor e tamanho dos componentes. Um exemplo de mistura para aplicá-la é feijões e pedras.

  • Levigação

Utiliza a força da água para separar o componente menos denso de uma mistura formada por sólidos. Um exemplo de mistura para aplicá-la é ouro e cascalho.

  • Ventilação

Utiliza a força do vento para separar o componente menos denso de uma mistura formada por sólidos. Um exemplo de mistura para aplicá-la é grãos de amendoim e suas cascas.

  • Flotação

Método no qual um líquido, que não é capaz de dissolver nenhum dos componentes da mistura, é adicionado a uma mistura formada por dois sólidos ou um sólido e um líquido para separá-los pela diferença de densidade. Um exemplo de mistura para aplicá-la é areia e óleo.

  • Dissolução fracionada

Método no qual um líquido é adicionado a uma mistura formada por sólidos para dissolver um deles. Um exemplo de mistura para aplicá-la é areia e cloreto de sódio (sal de cozinha).

  • Separação magnética

Utiliza um ímã para separar um metal presente em uma mistura formada por sólidos. Um exemplo de mistura para aplicá-la é limalha de ferro e areia.

  • Decantação

Utilizada em misturas formadas por dois líquidos ou um sólido e um líquido. A mistura é deixada em repouso para que o componente mais denso desça para o fundo do recipiente, e a menos densa posicione-se sobre o outro componente. Um exemplo de mistura para aplicá-la é água e óleo.

  • Centrifugação

Utiliza um equipamento chamado de centrífuga para aumentar a velocidade da decantação. Um exemplo de mistura para aplicá-la é o sangue.

  • Filtração simples

Utilizada em misturas que apresentam um sólido não dissolvido em um líquido. Quando essa mistura é colocada em um filtro, o líquido atravessa o filtro e o sólido fica retido. Um exemplo de mistura para aplicá-la é água e areia.

  • Filtração a vácuo

Trata-se de uma filtração, mas sem a presença de ar. A ausência de ar favorece que a filtração ocorra de forma mais rápida.

Métodos de separação utilizados em misturas homogêneas

  • Fusão fracionada

Método no qual uma mistura formada por sólidos é aquecida para separar seus componentes por meio da diferença do ponto de fusão (temperatura em que um material sólido passa para o estado líquido). Um exemplo de mistura para aplicá-la é o Ouro 18 quilates.

  • Sublimação fracionada

Método no qual uma mistura formada por sólidos é aquecida para separar o componente que possui capacidade de sublimar-se. Com isso, o gás formado sofre ressublimação (volta a ser sólido) em um artefato de vidro (por exemplo, um funil) posicionado sobre o sistema que está sendo aquecido. Um exemplo de mistura para aplicá-la é cloreto de sódio e cânfora.

  • Cristalização fracionada

Método que se baseia na evaporação de um líquido que apresenta dois ou mais sólidos dissolvidos. Como cada sólido apresenta um coeficiente de solubilidade, à medida que o líquido evapora, um sólido cristaliza-se, e os outros permanecem dissolvidos. Um exemplo de mistura para aplicá-la é a água do mar.

Utilizada para separar o componente líquido de uma mistura formada por um sólido dissolvido em um líquido. Nesse processo, a mistura é aquecida para vaporizar o líquido, e o vapor adentra um condensador (equipamento de vidro que promove a condensação), voltando novamente ao estado líquido, quando é recolhido em um frasco coletor. Um exemplo de mistura para aplicá-la é água e cloreto de sódio (sal de cozinha).

  • Destilação fracionada

Utilizada para separar componentes de uma mistura formada por líquidos. Inicialmente os líquidos são vaporizados, e seus vapores são direcionados até uma coluna de fracionamento (coluna repleta de bolinhas de vidro). Esse obstáculo será atravessado pelo vapor de menor densidade. Assim, apenas um líquido sofrerá condensação e será recolhido no frasco coletor. Um exemplo de mistura para aplicá-la é a água e a acetona.

  • Liquefação fracionada

Utilizada para separar componentes de uma mistura formada por gases. Inicialmente é realizada uma liquefação total, em que todos se tornam líquidos. Em seguida, realiza-se uma destilação fracionada, pois eles possuem diferentes pontos de ebulição. Um exemplo de mistura para aplicá-la é o ar atmosférico.

Agora aprofunde seus conhecimentos sobre cada um dos métodos de separação de misturas clicando em cada um dos textos dispostos abaixo!


Por Me. Diogo Lopes Dias

 

Aproveite para conferir nossa videoaula sobre o assunto:

O óleo lubrificante é separado do petróleo por métodos de separação de misturas
O óleo lubrificante é separado do petróleo por métodos de separação de misturas
Por Diogo Lopes Dias

Curtidas

0

por Diogo Lopes Dias

Compartilhe:
Artigos de Métodos de separação de misturas