Força das bases

Você está aqui

A força das bases é medida por meio do grau de dissociação, que corresponde à porcentagem de fórmulas unitárias da base que de fato se dissociaram no meio aquoso.

As bases, segundo a teoria da dissociação eletrolítica de Arrhenius, são compostos que se dissociam em água, liberando íons, mesmo em pequena porcentagem, dos quais o único ânion é o hidróxido, OH-.

Por exemplo: NaOH → Na+ + OH-

Saber disso é importante porque a dissociação iônica está intimamente ligada à força das bases. Quanto maior for o grau de dissociação de uma base, maior será a sua força.

O conceito de grau de dissociação das bases é análogo ao grau de ionização dos ácidos, definido por:

O grau de dissociação (α) é a porcentagem de fórmulas unitárias da base dissolvida em água que efetivamente sofreram dissociação iônica.”

Seu cálculo é feito pela relação:

α =      número de fórmulas unitárias que se dissociaram     
      número total de fórmulas unitárias dissolvidas no início

Se esse valor der próximo a 100%, então teremos uma base forte. Por outro lado, se esse valor der menor ou igual a 5%, teremos uma base fraca.

O grau de dissociação do hidróxido de sódio (NaOH), por exemplo, a 18ºC, é igual a 95%, o que mostra que essa base é forte. Essa constatação realmente é verdadeira porque esse composto é o constituinte da soda cáustica, que é usada para limpezas pesadas. Ela recebe esse nome porque é corrosiva, sendo muito perigosa para os tecidos animais. Quando uma pessoa utiliza esse produto para qualquer finalidade, é imprescindível o uso de luvas, pois o seu contato com a pele causa severas queimaduras.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O grau de dissociação do hidróxido de amônio (NH4OH), a 18ºC, é igual a 1,5%, o que indica que se trata de uma base fraca. Essa base, inclusive, é muito instável e sofre decomposição mesmo em condições ambientes, originando água e gás amônia (NH3). Alguns autores até mesmo questionam a existência do hidróxido de amônio, pois acreditam que ele é, na verdade, uma solução de gás amônia dissolvido em água.

Determinando experimentalmente o grau de dissociação das bases, podemos afirmar o seguinte:

* Bases fortes: Bases dos metais alcalinos (LiOH, NaOH, KOH, RbOH, CsOH) e de alguns metais alcalinoterrosos (Ca(OH)2, Sr(OH)2, Ba(OH)2). O Mg(OH)2 é uma exceção, sendo uma base fraca.

* Bases fracas: O hidróxido de amônio (NH4OH) e as bases dos demais metais (das famílias 13, 14 e 15).


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química





Videoaula relacionada:

Fileira de frascos de laboratório com diferentes bases inorgânicas
Fileira de frascos de laboratório com diferentes bases inorgânicas
Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados